As melhores universidades da América do Sul em resumo

Todos os anos, alunos aspirantes fazem a mesma pergunta: para onde devo ir? Os rankings das universidades sempre foram muito populares e, especialmente no exterior, as universidades de elite estão em maior demanda do que nunca. Um diploma de tal grau não pode ser ofuscado por nenhum diploma, mesmo que não seja um grau, em uma universidade menos elitista.

A América do Sul é mais conhecida por seu estilo de vida informal e suas muitas belezas naturais que atraem milhões de turistas ano após ano. Para fins de estudo, relativamente poucas pessoas vêm aqui – erroneamente, porque as universidades da América Latina são muito melhores do que sua reputação.

Algumas universidades oferecem até mesmo a possibilidade de aprendizado à distância. Isso mostra que os institutos educacionais estão tentando acompanhar os tempos. Abaixo apresentamos três das mais prestigiadas universidades sul-americanas.

Pontifícia Universidade Católica do Chile

O ranking universitário de Quacquarelli Symonds é amplamente considerado como um dos mais importantes indicadores de atratividade e desempenho universitário. Não importa se você deseja participar de cursos presenciais ou de graduação a distância: ninguém pode olhar em volta da lista, que é atualizada anualmente.

Pontifícia Universidade Católica do Chile

No número 1 no ranking para o ano de 2015, existe a Pontifícia Universidade Católica do Chile (em espanhol: Pontifícia Universidade Católica do Chile, abreviadamente PUC) – uma universidade que neste país só deve ser conhecida por algumas pessoas. A Universidade do Direito Papal foi fundada em 1888 e hoje tem mais de 27.000 estudantes, 4.000 funcionários e 1.260 professores.

Devido ao sistema de admissão chileno Prueba de selección universitaria, o acesso à PUC é atualmente muito difícil. As altas taxas de matrícula afugentam muitas partes interessadas – algumas preferem, em vez disso, uma aprendizagem à distância.

A universidade tem 18 faculdades com 31 unidades acadêmicas espalhadas por quatro locais em Santiago do Chile e um campus regional em Villarrica, no sul do Chile. Atualmente, são oferecidos cerca de 70 mestrados e 27 programas de estudos de doutorado.

Universidade de São Paulo (USP)

A Universidade de São Paulo (USP), com 91.000 alunos e cerca de 6.000 professores, não é apenas a maior universidade do Brasil em números. De rankings como o Ranking Acadêmico de Universidades do Mundo ou o Suplemento do Ensino Superior Times, a universidade fundada em 1934 surge como a melhor universidade acadêmica da Iberoamérica.

Universidade de São Paulo

A USP é considerada, com alguma justificativa, a melhor instituição do Brasil para educação e pesquisa acadêmica. De particular importância é a Faculdade de Direito, que se tornou a mais importante instituição política e científica do país: nada menos que dez presidentes brasileiros estudaram aqui.

Os 460 locais de estudo, que são concedidos a cada ano, têm cada um mais de 12.000 candidatos. A USP faz parte da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), onde pessoas interessadas podem concluir um curso a distância. Devido ao alto volume de tráfego e à qualidade de vida média em São Paulo, cada vez mais brasileiros estão optando pelo ensino a distância na USP.

Universidad de Los Andes Colombia

A Universidade dos Andes, em Bogotá, goza de excelente reputação e é considerada uma das mais prestigiadas universidades privadas da Colômbia. Em comparação com instituições como a USP, o número de estudantes (atualmente em torno de 13.000) é comparativamente pequeno.

Universidad de Los Andes Colombia

A Universidade dos Andes tem nove faculdades – incluindo direito, economia e ciências sociais, medicina e arquitetura. Os graduados incluem o ex-presidente César Gaviria, o pintor Carlos De los Ríos e o filósofo Nicolás Gómez Dávila. Por algum tempo, a universidade também ofereceu a possibilidade de fazer um curso a distância.

Como todos os cursos universitários privados tradicionais, o ensino à distância na Universidad de los Andes tem uma alta qualidade acadêmica, e é por isso que até mesmo estudantes espanhóis decidem se matricular na Universidad de los Andes.